sábado, setembro 12, 2009

Os palanques virtuais de 2010

Enquanto o Congresso Nacional se ocupa de discutir liberdade ou censura virtual para as eleições de 2010, usuários da internet já estão mexendo pauzinhos em nome desse ou daquele elegível. Na rede, pipocam blogs, comunidades, fóruns de discussão etc. pró e contra prováveis candidaturas: um verdadeiro palanque na incontrolável clandestinidade ponto com.

Ontem, esperando minha vez numa sala fria e apática da Justiça Eleitoral, vi meia dúzia de jovens na faixa dos 16 anos buscarem seus títulos de eleitor. Alguns estavam acompanhados dos pais e, todos, saíram do lugar com um sorriso não-escancarado nos lábios. Talvez fosse a lisonja de saber que mesmo numa idade incapaz para muita coisa legalmente – dirigir, casar, ser preso (e não apreendido) – a besteirinha de escolher o futuro de um país inteiro é permitida. Quem não riria?

Eu acredito, sim, na internet como via importante para a conquista de votos entre jovens, medianos e velhos eleitores antenados nessa tecnologia. Nada comparável ao Bolsa Família, certamente; não se pode esquecer que a massa brasileira vive ainda na pobreza ou miséria de tudo, informação inclusive. Mas vejo aí o início de uma nova mentalidade, onde a seleção no Youtube pode acabar com a obrigatoriedade chata de um horário eleitoral nas rádios e tevês. E os formulários de comentários, as respostas imediatas do Twitter e os incontáveis usos da rede mundial de computadores permitirão mais diálogo dentro de um histórico de monólogos eleitorais e, perigosamente, eleitoreiros.

É claro que todas essas mudanças devem se estender por anos ou séculos; o que não me tira o gostinho de vê-las começar. Mesmo sendo difícil imaginar como tudo acabará. Se é que acabará.

Imagem: blog Dois em Cena.

Pessoas! Listo alguns blogs que podem ilustrar a leitura do post. Para conhecê-los basta um clique: Dilma é a cara, Serra presidente, Ciro presidente, Aécio presidente. Bem, não tive saco para procurar mais; entendam-me. Ah, ainda quero seu voto na enquete aí do lado: qual seu principal meio de informação? Abraço. Isolda. ---------------->

Um comentário:

Anônimo disse...

dilma é a cara!!!!!!!!cara de brinquedo assassino.

uahuahuahuahuahuahuahuah
uahuahuahuahuahuahuahuah
uahuahuahuahuahuahuahuah
uahuahuahuahuahuahuahuah