domingo, novembro 01, 2009

Falando de acessibilidade

Num evento com o porte da Bienal é imprescindível a pronúncia de uma palavrinha mágica chamada acessibilidade. E é lógico que eu gostei de vê-la, em letras garrafais, chamando atenção no estande do Ministério da Educação, que até quarta-feira (4) ficará sob os cuidados do atencioso Ricardo.

Ótima oportunidade para conhecer uma coleção de livros em Braile, para deficientes visuais, e um dicionário em Libras, a língua brasileira dos sinais, para deficientes auditivos. Esse segundo, eu, particularmente, não conhecia e achei um barato!

Vale à pena conferir e enaltecer essa tentativa de tornar a educação um bem comum a todos. Afinal, são nossas diferenças que nos fazem iguais.


Imagem: Isolda Herculano.

2 comentários:

magnoliasantos disse...

Grandes livros, grande jornalista ! Parabéns pela cobertura completa desse evento tão importante para Alagoas. Espero encontrá-la no lançamento do meu " Leitura de Poéticas Visuais", dia 05, 19h, no Stand da Edufal. Abraços.

Magnoliasantos disse...

Grandes livros, grande jornalista ! Parabéns pela cobertura completa desse evento tão importante para Alagoas. Espero encontrá-la no lançamento do meu " Leitura de Poéticas Visuais", dia 05, 19h, no Stand da Edufal. Abraços.